18 de out de 2011

 William Glisson Jr. (foto Sara Webb, The Catholic Standard and teme)
FILADELFIA, 17 Out. 11 / 12:43 pm

No próximo 23 de outubro, o Beato Luigi Guanella, fundador dos Servos da Caridade, será declarado santo e o milagre que permitirá sua canonização é a surpreendente cura de um jovem da Pennsylvania, Estados Unidos, a quem os médicos não deram chance de recuperação após sofrer um severo acidente enquanto patinava.

O protagonista da cura milagrosa se chama William Glisson Jr. e tinha 21 anos quando em março de 2002 caiu de cabeça por patinar para trás na rua. Ficou em estado de coma e os médicos fizeram cinco cirurgias, incluindo duas para unir as peças de seu crânio. Os especialistas esperavam que o jovem apresentasse uma lesão cerebral permanente.
Entretanto, Glisson se recuperou completamente logo que um amigo da família organizasse uma campanha de oração por intercessão do Padre Guanella com uma comunidade dos Servos da Caridade, assim como residentes e estudantes da Aldeia de Dom Guanella dedicada a pessoas com deficiência física.

Só três meses depois de seu acidente, Glisson retornou a trabalhar sem seqüelas.

"Isto ocorreu devido às orações de todos esses homens em sua maioria da escola de Dom Guanella, enquanto eu estava em estado de coma - homens que não me conheciam estavam orando por mim", disse Glisson ao grupo ACI.

"Suas orações foram respondidas, ele me ajudou e me recuperei", afirmou.

Glisson que já cumpriu 30 anos de idade, assegura que cresceu em um lar católico, mas não tinha praticado sua fé constantemente.

"Entretanto, devido às orações de outras pessoas, enquanto eu estava em coma... fui eleito por suas orações para melhorar, o que mostra que todo mundo pode ser salvado por Deus", assegura e confessa que agora procura a razão pela qual Deus lhe deu esta segunda oportunidade.

"Não importa quem seja. Não tem que ser um sacerdote ou o presidente ou alguém no alto, nem nada parecido. Deus te escolhe. É sua eleição, e isso é o que fez por mim".

Glisson está à espera de viajar a Roma –sua primeira viagem fora do país-, onde o Papa Bento XVI declarará santo o Padre Luis Guanella.

O Apóstolo da Caridade

O Beato Luis Guanella nasceu no sul da Itália em 1842. Fez-se sacerdote e fundou duas ordens -as Filhas da Santa Maria da Providência e os Servos da Caridade- para servir os pobres.

O apostolado e ministério destas ordens se dá na atenção deficientes, o apoio às pessoas de terceira idade, e o cuidado das crianças de entornos difíceis.

O Padre Guanella morreu no dia 24 de outubro de 1915 e foi beatificado pelo Papa Paulo VI em 1964.


fonte:http://www.acidigital.com/noticia.php?id=22640 

Nenhum comentário:

Postar um comentário